Província
São Lourenço
de Brindes
Freis Capuchinhos do Paraná e Santa Catarina

CÚRIA PROVINCIAL:
Rua Alcides Munhoz, 190 - Caixa Postal: 18.833 - CEP 80410-980 - Curitiba, PR
Tel.: (41) 3335 2323 / Fax: (41) 3335 1087

XIV Capítulo Provincial 2008

XIV Capítulo Provincial (Butiatuba, 06-10.10.2008)voltar

IDENTIDADE MISSÁO

Ser Testemunhas de vida fraterna minorítica, penitente e contemplativa, vivendo e anun­ciando profeticamente Jesus Cristo e seu Evangelho, atentos aos sinais dos tempos e aos clamores dos excluídos, em comunhão eclesial, para edificar o Reino de Deus no Paraná e Santa Catarina.

1. Governo Provincial

a) O governo provincial tenha presença afetiva e efetiva na vida fraterna e apostólica, dando continuidade ao processo participativo: diálogo, respeito, cuidado fraternal.

b) Toda fraternidade elabore seu projeto fraterno; viva-o com fé e celebre, no mínimo, três Capítulos Locais por ano.

c) O governo provincial reestruture e dinamize os setores como instrumento de ani­mação fraterna.

2. Formação Permanente

a) Promover retiros e reciclagens em pequenos grupos, preferencialmente com a mesma dinâmica dos 21 dias.

b) Na especialização dos freis sejam respeitadas as necessidades e prioridades da Província.

c) Incentivar a boa convivência dos freis através dos projetos fraternos, recreações e visitas entre as fraternidades.

d) Criar em Londrina o centro bíblico-teológico de pesquisa e assessoria da Província.

3. Nossa Vida Apostólica

a) Continuar preparando e qualificando os freis para os diversos ministérios pastorais.

b) Elaborar um projeto de trabalho nos meios de Comunicação Social preferencialmente em radio difusão.

c) Preparar e qualificar freis nesta área.

d) Montar uma equipe de Internet e multimídia da Província.

e) Criar projetos em defesa da vida e apoiar os que já existem: Pastoral da AIDS, Se­jupe, Dependentes Químicos, Projetos Sociais e pastorais específicas.

f) Aumentar, na medida do possível, a equipe missionária.

g) Continuar apoiando a Custódia no Paraguai.

h) Prosseguir com a experiência missionária da fraternidade interprovincial.

i) Maior investimento de freis no atendimento, na acolhida, nas confissões, na entreajuda nos centros de maior afluência de fiéis.

4. Formação Inicial

a) Proporcionar aos vocacionados formação integrada e integradora propondo com clareza Jesus Cristo e seu Evangelho como Regra e Vida.

b) Oferecer estudos acadêmicos com reconhecimento do MEC.

c) Intensificar o acompanhamento personalizado, educando o formando para a corresponsabilidade e automanutenção.

d) Dar ênfase aos dons de cada formando sem perder a centralidade de nosso carisma franciscano-capuchinho.

e) Dar continuidade à especialização de freis em áreas afins do processo formativo.

f) Trabalhar com renovado ardor para aumentar o número de vocacionados para a nossa vida.

5. Administração dos nossos bens

a) Agilizar os projetos existentes na busca da autonomia econômica: Mercês, Butia­tuba, Artigos Religiosos Luz de Maria e Amigos das Vocações.

b) Formar uma equipe para gerenciar os bens da Província de forma profissional e franciscana.

c) Elaborar projetos alternativos para captação de recursos.

d) Atualizar a informatização da SEASF.

e) Definir um projeto social provincial de promoção humana.

f) Realizar as seguintes reformas: Butiatuba, Convento Bom Jesus, ltapoá e Cúria Provincial.


Publicações VEJA +
Enquete
Quais trechos da Bíblia você consulta mais?
Ver o resultado